Corrina, uma Babá Perfeita / Corrina, Corrina


Nota: ★★½☆

Anotação em 1995, com complemento em 2008: Uma boa surpresa. Uma história de amor entre um branco, filho de judeus, e uma negra, numa cidade média, não identificada, dos Estados Unidos, em época não precisa (algo entre final dos 50 e começo dos 60), contada com sensibilidade.

O racismo que se pratica ali contra a união inter-racial é mostrado em ação não de uma maneira brutal, e sim sutil, embora perene e forte. Os dois bons atores, Whoopi Goldberg e Ray Liotta, estão bem. Boa trilha sonora, inclusive com Corrina, Corrina, a música que Bob Dylan adaptou no seu segundo disco, de 1963, que resultou no título original do filme.

acorrinaNa verdade, os dois parágrafos acima, que anotei em 1995 logo depois de ver o filme, faz considerações mas não conta nada da história. Um colega leitor do iMDB fez uma boa sinopse:

“Quando a mulher de Manny Singer morre, sua filhinha Molly fica muda e retraída. Para ajudar a cuidar dela, ele emprega a desbocada dona de casa Corrina Washington, que consegue tirar Molly de sua concha e mostra a pai e filha um modo de vida totalmente novo. A amizade entre Manny e Corrina diverte Molly e e deixa raivosos os demais habitantes da cidade.”

Vejo ainda que essa diretora Jessie Nelson é daquelas que têm obra pequena. Antes deste filme aqui, de 1994, ela havia feito um para a TV, em 1991. E o único outro filme que dirigiu foi Uma Lição de Amor/I Am Sam, de 2001 – também uma história envolvendo uma criança, com Sean Penn fazendo papel de um retardado mental. Neste aqui a diretora usou uma música de Dylan; em I Am Sam ela usou só canções dos Beatles.  Figura de fino gosto.

Corrina, uma Babá Perfeita/Corrina, Corrina

De Jessie Nelson, EUA, 1994.

Com Whoopi Goldberg, Ray Liotta, Tina Majorino, Don Ameche, Joan Cusak

Argumento e roteiro Jessie Nelson

Produção New Line Cinema

Cor, 115 min

2 Comentários

  1. Bianca
    Postado em 13 agosto 2014 às 7:12 pm | Permalink

    Nossa só esse pequeno comentário de um filme como esse? Apesar de simples é grandioso,honesto,esperava um comentário mais empolgante detalhes sobre o filme,cresci vendo Corrina,Corrina como Whoopi Goldberg é ótima Atriz eu acreditei no romance dos protagonistas!

  2. Sérgio Vaz
    Postado em 14 agosto 2014 às 4:51 pm | Permalink

    Desculpe, Bianca… Na época em que vi o filme, ainda não tinha, é claro, a
    menor idéia de que viria a ter um site… Nem tinha o tempo que tenho hoje
    para fazer anotações bem longas.
    Um abraço.
    Sérgio

Postar um Comentário

O seu email nunca é publicado ou compartilhado. Os campos obrigatórios estão marcados com um *

*
*